Ter, 11 de setembro de 2018, 13:30

Professor do campus de Itabaiana lança “O pequeno livro das progressões”
Obra direciona-se a estudantes e professores do ensino médio e a graduandos e pós-graduandos
Diferencial da obra é a disponibilidade do processo de chegada até as soluções de cada questão, não apresentando apenas o resultado em si.
Diferencial da obra é a disponibilidade do processo de chegada até as soluções de cada questão, não apresentando apenas o resultado em si.

“O professor já foi aluno”. Com essa afirmação, Mateus Alegri resume a necessidade que sentiu em produzir um material acessível para os alunos. Professor do Departamento de Matemática do campus de Itabaiana (DMAI), ele é autor de “O pequeno livro das progressões”, direcionado aos estudantes e professores do ensino médio e aos graduandos e pós-graduandos.

Segundo o autor, o livro propõe dispor, de forma compacta e rigorosa, a teoria das progressões aritméticas de ordem superior e geométricas e abordar exercícios de níveis intermediário e avançado, equilibrando o rigor matemático e o raciocínio intuitivo.

Mateus percebeu o “atraso” na oferta de material em língua portuguesa de progressões aritméticas de ordem superior ao pesquisar sobre o que é produzido fora do país.

Além disso, diz o professor, “o Brasil é carente no ensino de progressões aritméticas de ordem superior. Nem durante minha graduação os professores abordaram esse assunto. Quando eu comecei a preparar uma ementa para dar aulas, recorri ao livro de referência que era muito bom, mas não indicava caminhos para chegar às soluções”, diz o docente, que também atua no Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional da UFS (Profmat).

A partir disso, ele relata que começou a estudar, procurando métodos para transmitir o conteúdo e encontrou uma fórmula. “Quando fui buscar na produção do exterior, essa fórmula já existia”.

Aí surgiu interesse em escrever um material atualizado em português, adaptando o que foi estudado com base em artigos e livros estrangeiros para a realidade brasileira. “É um livro humilde, deixo isso claro pelo nome. Mas o intuito foi deixá-lo acessível e barato”. Além disso, o professor destaca a linguagem direta e o modo sucinto como o assunto é disposto.


Mateus Alegri relata “atraso” na oferta de material em português de progressões aritméticas de ordem superior e a carência do ensino dessa área. (fotos: Schirlene Reis/Ascom UFS)
Mateus Alegri relata “atraso” na oferta de material em português de progressões aritméticas de ordem superior e a carência do ensino dessa área. (fotos: Schirlene Reis/Ascom UFS)

Produção

De acordo com o docente, diferentemente da bibliografia tradicional, o livro explora a fórmula de progressões aritméticas de ordem k (k>1) como uma soma finita de polinômios com coeficientes dados por combinações. “De fato, o uso da linguagem combinatorial para abordar progressões é uma característica central no livro”, afirma.

Mateus explica ainda que foi um trabalho de anos de pesquisa e aplicação. “Quando a gente fala em produzir um livro de matemática, isso se pauta na realidade do profissional. Eu escrevi, pensei e apliquei o que foi divulgado no projeto”, relata.

A elaboração dos exercícios originais presentes no livro passou por um processo de testes nos estudantes de graduação e mestrado, com a intenção de avaliar a capacidade de aprendizado proporcionada. “Os alunos acharam os exercícios muito interessantes e já manifestavam o interesse em comprar o livro, que ainda não estava pronto”.

Outro diferencial da obra é a disponibilidade do processo de chegada até as soluções de cada questão, não apresentando apenas o resultado em si. Assim, segundo o professor, permite-se o entendimento desse método e estimula a produção de novas soluções.

“Isso garante uma aproximação minha com o leitor. O professor já foi aluno e é bom que ele nunca se esqueça disso”, ressalta.

Saiba mais

O livro foi publicado pela Editora Ciência Moderna e está disponível à venda no site, que também dispõe de versão e-book.

Mariana Pimentel (bolsista)

Luiz Amaro

comunica@ufs.br


Atualizado em: Ter, 11 de setembro de 2018, 17:33
Notícias UFS